quinta-feira, 27 de julho de 2017

GOLPE DO BILHETE PREMIADO EM ARAPONGAS, ROLÂNDIA E JAGUAPITÃ

MASSANEWS.COM

Quadrilha aplicava golpes e ostentava nas redes sociais

Da redação 

(Foto: Colaboração diaadiaarapongas.com.br)

A Polícia Civil de Arapongas, através do Grupo de Diligências Especiais (GDE), com o apoio de policiais civis de Rolândia e de Jaguapitã, deflagrou na quarta-feira (26), a operação denominada “Duas Caras”, que culminou na prisão de três pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de estelionatários especializada no famoso “golpe do bilhete premiado”, que agia em toda a região. Os três detidos residem na cidade de Londrina, mas já teriam aplicado pelo menos 3 golpes na “Cidade dos Pássaros”.

De acordo com o delegado chefe da 22ª Subdivisão Policial (SDP) de Arapongas, Marcos Fontes, o bando já teria arrecadado cerca de R$ 60 mil, com os golpes aplicados na região no Norte do Paraná e também nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Ainda segundo o delegado, todos os envolvidos são parentes.

A quadrilha chamava a atenção por ostentar uma vida de luxo nas redes sociais. Segundo relatos, eles publicavam com frequência fotos de carros, viagens e muitas festas.

Com os suspeitos, os policiais apreenderam celulares, notebook, roupas e sapatos de grife, apliques de cabelo utilizados para disfarces e uma quantia em dinheiro.

A polícia acredita que com a divulgação das imagens dos envolvidos, novas vítimas deverão comparecer a delegacia. Outros integrantes da mesma quadrilha continuam sendo procurados.

Colaboração diaadiaarapongas.com.br