sexta-feira, 21 de julho de 2017

JURI DE ROLÂNDIA NA MASSA NEWS

MASSA NEWS

Júri Popular: pais de Maria Clara são julgados

Da redação | 

(Foto: Jornal Candeia)


Thais Dayane Moises Cavalcanti e Edson Bercamasque, acusados de assassinar a filha de apenas 4 anos, Maria Clara, sentam no banco dos réus da Comarca de Rolândia, nesta quinta-feira (20). Eles foram indiciados por homicídio com quatro qualificadoras: motivo fútil, emprego de asfixia, recurso que dificultou a defesa da vítima, feminicídio e ocultação de cadáver.

O corpo da menina foi encontrado em um terreno baldio no dia 4 de janeiro de 2016, no Jardim Montecarlo II, já em estado de decomposição. As investigações apontaram que a criança foi asfixiada. No primeiro momento, os pais negaram o crime, afirmando que ela morreu após ter tomado um medicamento para dores no estômago. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou, no entanto, que a menina foi asfixiada. À polícia, o homem então disse que “tinha intenção de corrigir a menina e não matar”. Bercamasque e Thais foram presos. A mãe nega participação no crime. O casal que tem outros dois filhos tinha histórico de agressão, sendo que o Conselho Tutelar fazia atendimentos regulares. 

Veja também